O Kickstarter quebrou suas próprias regras para ajudar refugiados sírios. O serviço de crowndfunding, que geralmente recebe projetos de inovação e recusa projetos de caridade, lançou uma campanha a pedido de funcionários da Casa Branca para angariar fundos para a agência das Nações Unidas.

“Nós estamos buscando no setor uma solução criativa para lidar com a crise dos refugiados”, Justin Kazmark, afirmou o porta-voz do Kickstarter ao Huffington Post. “Embora focados em criatividade, nós aprendemos muito sobre a construção de comunidades e sabemos como angariar recursos. Nós pensamos, com o convite da Casa Branca, que realmente podemos ajudar em meio a essa crise global”, completou.

Em apenas quatro horas, a campanha levantou 40 mil dólares, o dobro do maior já arrecadado em uma campanha. Apesar do sucesso, Kazmark afirma que isto não significa que o Kickstarter deverá começar atuar neste sentido.

 

 

Fonte: Administradores

Deixe um comentário